São Paulo 11.4063-0903 Rio de Janeiro 21.3637-0029 Bahia 71.3277-7001 Pernambuco 81.3518-3270

Estação Base TETRA MTS1

A estação base TETRA MTS1 faz parte de uma série desenvolvida pela Motorola para trazer soluções mais eficazes e aprimorar ainda mais a comunicação da sua empresa. Com um design compacto e leve, este aparelho possui uma arquitetura operacional bastante eficiente e precisa que permite uma redução de custos significativa no que diz respeito a instalação e a operação da estação. Este modelo também possui o melhor rendimento de sensibilidade de receptor da categoria possibilitando uma cobertura que proporciona uma qualidade de serviço superior a todos os seus usuários.
 
A estação base TETRA MTS1 permite uma implantação múltipla, adequada a necessidade da sua empresa, por contar com um design leve, ergonômico e compacto, além de possuir uma caixa impermeável, que atende aos padrões IP66 de segurança e resistência. Utilizando este aparelho, é possível potencializar a eficiência do seu sistema de comunicação na medida em que a estação base traz uma série de vantagens como uma maior cobertura e mais capacidade de usuários, maior eficiência espectral, monitoramento e controle remoto, funcionalidades de dados avançadas e  comunicação ‘plug and play’. Podendo ser instalada tanto em paredes como em postes, este aparelho lhe dará acesso a um mundo de benefícios que somente os sistemas trunking digitais podem oferecer. Saiba mais sobre as características técnicas desta moderna estação desenvolvida pela Motorola e eleve a comunicação da sua empresa a um novo patamar.

Principais características e vantagens

Cobertura e capacidade melhoradas:

  • Maior eficiência energética: com um design compacto e totalmente apto para a função para a qual foi criada, a MTS1 pode ser convenientemente instalada perto das antenas de RF com a finalidade de maximizar a cobertura e o rendimento de RF, minimizando, desta forma, o consumo de energia.
  • Gerenciamento de capacidade: permite gerenciar, de maneira inteligente, o tráfego percorrido entre as microcélulas e as células de área estendida via funções tais como Neighbour Cell Broadcast, Preferred Subscriber Class e Valid Sites, apenas para citar algumas. Isto deriva numa maior eficiência de link e ajuda a evitar o congestionamento.
  • Compatível com Canal Secundário de Controle Comum (C-SCCH, na sigla em inglês); atualizável através do software para admitir mais canais de controle do operador principal, quadruplicando a capacidade existente.
  • Cobertura interna eficiente: com uma simples conexão da MTS1 a una antena localizada ou a um sistema de alimentação com fuga, pode-se garantir cobertura RF para ambientes internos difíceis de alcançar com células de área estendida.
  • Instalável na torre: as estações base MTS1 podem ser instaladas perto das antenas de RF, garantindo a minimização das perdas do cabo, com a qual indefectivelmente consegue-se maximizar a cobertura prevista.
  • A melhor sensibilidade de receptor de sua classe; permite reduzir o número dos locais exigidos para obter um determinado nível de cobertura.

Custos baixos permanentemente:

Os custos operacionais associados às estações base costumam constituir uma grande parte do Custo Total de Propriedade de qualquer rede TETRA. As estações base MTS1 incorporam avançadas funções que ajudam a minimizar os gastos operacionais. Estas funções permitem:

  • Melhorar o consumo de energia graças à utilização de plataformas de amplificação e processamento altamente eficientes, o que permite economizar muito dinheiro em custos operacionais ao longo de toda a vida útil da rede.
  • Admitir alimentação via rede elétrica, a qual permite eliminar a necessidade de implantar retificadores e reduzir a complexidade e os custos de instalação.
  • Reduzir os custos de transmissão. O suporte de MPLS nativo através da funcionalidade IP sobre Ethernet significa que se obtém uma economia de até 70% em comparação com a transmissão baseada em IP.

Suas principais funcionalidades incluem:

  • Configurações redundantes: permite a conexão de duas estações base MTS1 para permitir a redundância total de subsistemas de rádio base e controlador de local, incluindo o suporte de comutação de Canal de Controle automático.
  • Junto com a MTS1, podem ser fornecidas duas interfaces E1 ou Ethernet com o objetivo de facilitar a implantação de redundância de link utilizando configurações em corrente. Em casos de falha de link, podem ser ativadas as portas E1 e Ethernet redundantes, garantindo assim uma conectividade constante.
  • Concentração de links no local: em casos de falha de link, a estação base pode funcionar independentemente da unidade de comutação móvel, ajudando a manter a segurança das comunicações percorridas entre os diferentes grupos de conversação.
  • Funcionamento no GPS: admite o funcionamento na ausência de sinal GPS, ideal para aplicações subterrâneas.
  • Indicação de estado operacional: permite ao pessoal de suporte e manutenção localizado rapidamente identificar e diagnosticar todo tipo de falhas de equipamentos que pudessem afetar a disponibilidade dos serviços de rede.

Funções adicionais

  • Detecção e correção de interferência
  • Autenticação e criptografia de interface de ar
  • Criptografia de ponta a ponta
  • Dados de Pacotes de Ranhuras Múltiplas (MSPD, na sigla em inglês) para serviços de dados melhorados
  • Rotação de canal de tráfego
  • Designação dinâmica de canal entre dados de pacotes e voz
A Kofre não possui nenhum acessório compatível com este equipamento.